segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Real,Sonho ou Ilusão...?

Muitas vezes, parece que tenho o especial dom de atrair pessoas dotadas de personalidades muito distintas da minha.
Com elas aprendo e cresço, é um facto mas, também de vez em quando lá vou dando uns trambolhões!
Fazem parte – eu sei. Mas dói!
E eu até considero que tolero muitíssimo bem as diferenças de cada um! Vivo bem com feitios difíceis, com as depressões de alguns, com a falta de valores, recalcamentos e frustrações de outros… Por me interessar por comportamentos, por casos problemáticos e por tudo o que é mais difícil de entender, sempre gostei de psicologia e todas as áreas envolventes. E por isso escolhi o curso que escolhi. [Apesar de ser de opinião de que certas profissões são mais que um trabalho remunerado - são experiencias de vida.]
Mas uma coisa é a vida profissional que escolhi, outra é a pessoal!

E depois á dias em que todos precisamos de um colo. E como diz o pacote de açúcar – Hoje é o Dia!
Instala-se “aquele” vazio e nascem pontos de interrogação por tudo o quanto é lado!
As pessoas caminham para uma individualidade, assustadora. E como diz a R. “já ninguém quer saber de ninguém”.
Admito que ás vezes tenho alguma dificuldade em ver que a ideia que fui construindo sobre uma pessoa, não é real e está deturpada com perspectivas assustadoramente irreais…! Concepções construídas com base na minha própria vontade, é o que é !
Talvez a solução passe por não idealizar mais do que aquilo que vou vendo – sem alimentar grandes sonhos.

Se o nosso pensamento é um Mundo,
foi ai nesse lugar que construi personagens ao meu sabor,
que longe estão das expectativas
que estupidamente fui criando!

9 comentários:

Miguel disse...

O que falta é alguém que queira saber de alguém... mas que se compreenda a si próprio/a!

Hoje abdica-se do mais importante mas não se deixa de protestar pelos resultados disso.
Falta coerência...

Desejos de um dia melhor, quando acordares...

:)

Patrícia disse...

"O ninguem quer saber de ninguem", não é tão generalizado como possivelmente dei a entender. Quando estamos chateados temos têndencia a exagerar! Foi um desabafo num dia atribulado...

Dizem que, estou sempre bem disposta de bem com a vida e blá blá blá mas volta e meia tb surgem, no caminho, os pontos de interrogação :) Temos que cair para aprender a andar melhor.

Foi sonho ou ilusão. Estou bem acordada, é o que vale :)

Gonçalo disse...

Quanto mais especiais somos, mais sentimos uma força de atracção por e para pessoas especiais, construindo uma rede de pessoas diferentes e únicas. Falo na primeira pessoa!
Um conselho para as relações pessoais? Procura responder sempre à pergunta: "Esta pessoa corresponde aquilo que sou e o que quero ser?"

As respostas estão em ti e irão conduzir ao sucesso!

Beijinhos grandes e uma semana cheia de luz! :)

omlet disse...

os pacotes de açucar...!

Patrícia disse...

Gonçalo,

Eu voto em ti! Lol
Sempre grandes verdades... Enormes palavras...
Obrigada,

Um bjinho grd e boa semana - cheinhaaaa de Luz! :)

Andréa Cavalieri disse...

Patrícia,

O grande desafio é toda essa diferença e a maneira como lidamos com ela.
Consegues pensar num mundo só de iguais? O que nos acrecenteria?
É que na verdade só nos vemos atravéz do outro...
...e a dor as vezes nos faz tão mais fortes e maiores!!!


Já acho que tens muita sabedoria quando dizes da expectativa que criamos acerca das pessoas.
Projetamos sempre as nossas vontades,nossos desejos e sonhos.
E aí vem a diferença de todos nós a nos puxar das nuvens e a dizer:
BOM DIA!!!

beijos, querida

Gonçalo disse...

Patrícia:

Nas próximas legislativas já estarei na luta. Aí precisarei do teu voto, mas por enquanto não contes a ninguém este segredo :P

Beijinhos grandes***

Abelhana.ana@gmail.com disse...

Pela primeira e única vez que entraste no meu blogue e me deste umas palavras de apoio e um abraço invisivel, tenho procurado pelo teu blogue, sei que nem sempre nem mas algumas vezes precisamos de uma mão de um calor de um abraço e de uma simples palavra estou a teu lado. Não escolhemos pessoas, não escolhemos caminhos, eles são-nos postos à frente e temos que segui-los, e para não sofrer tanto onde vires um cacto olha para ele e vê que ele afinal até tem alguma beleza, se vires uma pedra não a chutes pois magoas-te e magoa-la, simplesmente empurra-a para o lado.
Um abraço grande
Ana Borges

Patrícia disse...

Ana,

Obrigada pelo carinho. São pequenos gestos que fazem diferença.

Gostava de saber qual é o teu blog.
Bem vinda de novo :)

Beijinhos